Translate this Page
Votação!
O que você acha do site?
Excelente
Regular
Ruim
Ver Resultados

Rating: 4.3/5 (282 votos)


ONLINE
1


Partilhe esta Página



Vigilantes cegos
Vigilantes cegos

 

Não foi esta a primeira vez que Jesus foi vigiado; aconteceu muitas vezes : os fariseus, para ver se ele curaria no sábado, para o acusarem; os sacerdotes, a fim de apanhá-lo em alguma palavra. O texto diz que os soldados o vigiavam; mas eles não entendiam que aquele era o maior momento da História da humanidade. Nunca houvera momento como esse – era um acontecimento de resultados eternos. E seus inimigos o vigiavam: a multidão, os soldados, os sacerdotes; todos viam somente três homens sobre três cruzes – nada mais!

Vigilantes cegos, sem visão! Por sua morte, Jesus abriu as portas da vida eterna para aqueles que o confessam como Senhor e Salvador, e satisfez as exigências da lei de Deus. Ele carregava ali o pecado do mundo (Jo 1.29), mas, naquele momento, “os que passavam lançavam-lhe insultos, ... dizendo: ... ‘Desça da cruz, se é Filho de Deus!’”.

O homem é julgado pelo que ele pensa da cruz de Cristo, porém mesmo entre aqueles que se dizem cristãos, muitos respeitam a vida de Jesus, mas não dão importância à sua morte. Ainda gritam: “Desça da cruz!”. Todavia, o evangelho da cruz é tudo para aqueles que se reconhecem pecadores; é a cruz de Cristo que dá ao homem a convicção do próprio pecado. É Cristo “levantado da terra, que atrai todos os homens a si” (Jo 12.32).

Escute suas palavras: “Isto é o meu sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, para perdão de pecados” (Mt 26.28). O apóstolo Paulo ensinou a mesma verdade – “temos a redenção por meio de seu sangue” (Ef 1.7) e “agora ... vocês, que antes estavam longe, foram aproximados mediante o sangue de Cristo” (Ef 2.13).

É maravilhoso o testemunho que o centurião deu sobre Jesus quando o viu morrer, dizendo “verdadeiramente este era o Filho de Deus” (Mt 27.54).

 

Fonte: Guiame - EOL

 

topo