Translate this Page
Votação!
O que você acha do site?
Excelente
Regular
Ruim
Ver Resultados

Rating: 4.3/5 (282 votos)


ONLINE
1


Partilhe esta Página



Tempos de contenda e de peleja
Tempos de contenda e de peleja

(Foto: Crosswalk)

 

Não estamos sozinhos. Há milênios o salmista já enfrentava esta situação insuportável.

 

Existem muitas palavras antigas, que raramente se ouve, contenda e peleja estão entre elas. Nossos avós usavam em suas frases, eram expressões comuns. Hoje, dependendo do público para o qual se esteja falando, são palavras que causarão dúvidas e incertezas quanto ao que significam.

Sem medo de errar, no entanto, afirmo que estes são tempos de muita contenda e muita peleja. Peleja significa uma luta com ou sem armas, uma defesa apaixonada de pontos de vista contrários; discussão, briga, disputa. Contenda significa luta, combate, guerra, rixa, discussão, discórdia.

As duas palavras, contenda e peleja, saíram de cena da maioria das conversas e textos, porém seus significados continuam mais presentes que nunca. Não importa qual seja sua realidade social, sua geografia residencial, seu espaço empresarial, seu lugar de culto. Seja aonde for quase sempre assistimos contendas e pelejas.

Fugimos. Evitamos. Fazemos de tudo para ficar de fora das tensões provocadas por contendas e pelejas. No entanto, nem sempre conseguimos. Sem culpa, sem que nada tenhamos feito, sem qualquer explicação lógica, de repente nos vemos no meio de contendas e pelejas, tendo que escolher um lado, tendo que se defender, reagir, atacar, aguentar.

São tempos complicados. Perguntamos a Deus “por quê?”, o que fizemos para merecer?, qual o propósito de tanta rixa, contenda, discórdia e briga nas famílias?, o que ganham as pessoas que defendem apaixonadamente e cegamente seus pontos de vista na política?, por que tantas amizades e famílias estão sendo divididas e afastadas? Por que tanta gente está sendo cancelada? Enfim, por que tanta peleja e contenda invadiram nossa rotina e nos colocaram contra a parede?

Não estamos sozinhos. Há milênios o salmista já enfrentava esta situação insuportável. Diante das pressões de tantas contendas e pelejas ele fez uma oração que ficou registrada no Salmo 35, logo no versículo primeiro o pedido certeiro é feito: “Contende, Senhor, com os que contendem comigo; peleja contra os que contra mim pelejam.”

Não entre nos combates sociais, espirituais e emocionais de forma solitária. Chame pra estar com você o Senhor dos Exércitos, Aquele que não perde batalha, Aquele que com poder peleja e contende a favor de cada filho Seu.

Como escrevi, muitas vezes nem sabemos porque estão pelejando contra nós, o salmista também não sabia, olha o que ele diz no versículo sete: “Pois sem causa me tramaram laços, sem causa abriram cova para a minha vida”, e também no versículo dezenove: “Não se alegrem de mim os meus inimigos gratuitos; não pisquem os olhos os que sem causa me odeiam.”

É confortante saber que Deus guerreia as nossas guerras. Que entra na batalha junto com a gente. Que não nos abandona. São tempos muito difíceis. Viver diariamente em parceria com o Deus vivo fará toda diferença para suportar, enfrentar e vencer nesta hora tão cruel que caiu sobre toda raça humana.

Contendas e pelejas continuarão cada vez mais fortes neste tempo de multiplicação de iniquidade, mas creia, se você tem a Cristo como seu Senhor e Salvador, você nunca estará sozinho na batalha.

 

FONTE: GUIAME, EDMILSON FERREIRA MENDES

 

topo