Translate this Page
Votação!
O que você acha do site?
Excelente
Regular
Ruim
Ver Resultados

Rating: 4.5/5 (258 votos)


ONLINE
1


Partilhe esta Página



Jesus ama a Humanidade
Jesus ama a Humanidade

 

“Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.” (Marcos 2.17)

Se atentarmos para os Evangelhos e em seus relatos, vamos perceber as inúmeras obras realizadas por Jesus enquanto estava aqui na terra. De fato, Ele esteve em atividade no seu ministério durante três anos e meio aproximadamente e, nesse tempo, ensinou, pregou, curou, libertou, animou e ajudou pessoas incessantemente.

Muitas delas (eu me atrevo até a dizer a grande maioria), eram pessoas problemáticas, complicadas mesmo. Talvez, se alguns de nós as conhecêssemos hoje em dia, desacreditaríamos delas imediatamente, não teríamos a menor paciência ou desistiríamos delas automaticamente.

Quem não se lembra do complexo Pedro, discípulo que exigiu de Jesus paciência e perseverança em todo tempo?

De Zaqueu, homem nem um pouco amado pelas pessoas naquela época, mas amado e salvo por Jesus em uma situação inusitada?

É impossível esquecer-se da mulher adúltera levada até ao Mestre e jogada ao chão em uma situação de profunda humilhação e vergonha, mas, mais uma vez, Ele amou, cuidou e perdoou.

Eu poderia citar inúmeras pessoas altamente cheias de problemas, traumas e complicações que foram definitivamente afetadas pela Graça de Deus através de Jesus.

Mas, Ele veio para os doentes, problemáticos e complicados mesmo. A graça de Deus se manifesta em diversas situações e com vários tipos de pessoas, inclusive em nós. Os relatos na Bíblia são preciosos, pois mostram a humanidade das pessoas e a chegada de Jesus trazendo paz, força, consolo e socorro diante das mais diversas necessidades de cada uma.

Desde a criação do homem existe a complexidade humana. Adão e Eva já tinham seus problemas, dilemas e situações das mais diversas. Mas, quantas vezes, nós pensamos que somos a pessoa mais complicada da face da Terra? Quantas vezes achamos que todo mundo é “normal”, menos nós? Que apenas nós sofremos e somos angustiados?

A complexidade humana vista na ótica natural é difícil de lidar. No entanto, Jesus veio à Terra, conviveu com pessoas, humanas, naturais e Ele percebeu essa complexidade de perto, lidou com ela em vários momentos e não desistiu de ninguém.

Com cada pessoa Ele lidava de uma forma, com cada um podemos perceber a graça e o amor de Deus evidente de tantas maneiras diferenciadas e os que se perderam foram os que desistiram, porque Jesus mostrou que não desistia de ninguém. Se olharmos os relatos vamos perceber que até o último instante de vida Jesus salvou, perdoou e compreendeu as pessoas.

Quem não se lembra de um dos ladrões na cruz?

Certamente esse homem era problemático e não esqueça que ali Jesus estava morrendo, sentindo muita dor, estava em seus últimos instantes, mas ainda respirava quando o problemático ladrão o abordou pedindo para ser salvo.

Jesus definitivamente afetou a vida daquele homem com a graça de Deus nos “45 minutos do segundo tempo”.

Se você acha que não existe saída para as pessoas problemáticas que você conhece, está enganado. Jesus ama essas pessoas e está disposto a ajudá-las, mesmo que seja “aos 45 minutos do segundo tempo” de suas vidas.

O amor de Deus é incondicional, ainda bem, porque se só o recebêssemos se o merecêssemos seríamos os mais miseráveis da Terra. Se você é uma pessoa problemática, Jesus veio para lhe salvar. Mais que isso, Ele decidiu lhe amar quando você nem merecia.

É aos pés do Mestre que curamos nossas dores, traumas, decepções e frustrações. É para Ele que devemos correr quando estamos perdidos e sem força, carentes da graça e do cuidado que só Ele tem para nós.

 

FONTE: GUIAME, DIONE ALEXSANDRA

 

topo