Translate this Page
Votação!
O que você acha do site?
Excelente
Regular
Ruim
Ver Resultados

Rating: 4.0/5 (349 votos)


ONLINE
1


Partilhe esta Página



Aprendendo com Davi
Aprendendo com Davi

 

“Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele” (II Cr 16:9 a)

 

O que fazer quando as nossas fraquezas saltam aos olhos e a sensação é de fragilidade na batalha? Quando tentações e provações atacam ao mesmo tempo? Quando se vê que as forças estão se esvaindo e sozinhos não daremos mais um passo? Davi me ensinou.

A bíblia descreve Davi como um homem segundo coração de Deus (At 13:22). Mas sua vida não era perfeita. Davi experimentou conquistas e fracassos. Sua vida pode se resumir a uma palavra: batalhas. Batalhas como rei do povo de Israel, dentro de sua família e principalmente, batalhas dentro do seu coração. Ser alguém segundo o coração de Deus não tem a ver com nunca pecar ou pensar em desistir.

Davi era especial por ter um coração totalmente rendido a Deus em todo tempo, sobretudo nos momentos difíceis. Quando lutava pelo povo, pedia a ajuda de Deus e confiava Nele (I Sm 17:4,10,33,37,45). Quando era ridicularizado pelos irmãos ou pela esposa, se apoiava no chamado de Deus e prosseguia (I Sm 17:26-31 e II Sm 6:16, 20-23). Quando pecava, confessava a Deus e suplicava seu perdão (Sl 51).

Deus quase sempre foi o centro da vida de Davi. E quando não foi, ele se arrependeu disso. Isso é muito encorajador para nós, pois Deus foi fiel a ele. E como não tem filhos preferidos, fará o mesmo por nós (At 10:34)! Só precisamos estar com os corações totalmente rendidos a Ele. Qualquer que seja a dor, Deus pode dar sustento e solução (Is 53 todo). Jesus pagou o preço da Cruz (Fp 2:5-11) e não foi em vão! Ele verá o fruto do penoso trabalho de Sua alma e ficará satisfeito (Is 53:11).

Se a questão é vontade de pecar, Ele dá forças para resistir à tentação. Se é culpa pelo pecado já cometido, Ele tem perdão para o coração arrependido. Se é dor pela perda, Ele pode preencher o vazio. Se é angustia com situações a resolver ou decisões a tomar, Ele tem a direção. Se o problema está nos relacionamentos familiares, Ele tem o remédio para todo conflito. Se for a dor da espera pelo milagre que parece nunca chegar, Ele consola e dá paciência.

O lance é que queremos que Deus venha até nós quando a bíblia diz para nós irmos ao encontro Dele (Is 55:1, Jr 33:3, Mt 11:28-32). Não que Ele não possa nos tocar espontaneamente. Mas Ele já fez tudo! Cabe a nós a atitude de buscá-Lo.

Não valorizar a presença de Jesus é o mesmo que continuar endividado tendo ouro debaixo do colchão! Davi entendeu esse princípio antes mesmo da Cruz. Ele sempre ia a Deus e encontrava tudo o que precisava em Sua presença (Sl 27, 51, 103). Vamos aprender com ele e trazer a presença de Deus pro centro das nossas vidas! Sem nos prendermos a métodos ou modelos de relacionamento com Deus. Davi buscava a Deus onde dava. Moisés ouvia Deus no monte, Elias na caverna e assim por diante.

O que importa é rendermos nossa vida a Ele com tudo o que temos e nós jamais nos veremos desamparados!

 

Estudos Gospel Mais - Thais Monteiro Brum

topo