Translate this Page
Votação!
O que você acha do site?
Excelente
Regular
Ruim
Ver Resultados

Rating: 3.8/5 (418 votos)


ONLINE
1


Partilhe esta Página



A dor esconde a possibilidade do novo de Deus
A dor esconde a possibilidade do novo de Deus

 

Jesus tinha coisas novas para realizar na vida da samaritana, ainda que ela sequer imaginasse que coisas boas pudessem acontecer a ela.

 

Jesus quando entrou em Samaria tinha um trabalho muito importante a fazer: Ele precisava curar a dor do coração de uma mulher. Uma mulher que era rejeitada pela sociedade, que estava perdida em relação à adoração, ou seja, com em sua vida espiritual, que vivia insegura em seus relacionamentos afetivos.

Quando Jesus abordou a mulher ele propôs a ela que lhe desse água. Água é aquele elemento que quando estamos apreensivos, ansiosos, nervosos, preocupados, logo alguém nos oferece. Mas ali, no caso, esses sentimentos não estavam em Jesus. Estavam na mulher! Por que então que Ele pediu água a ela? Exatamente para encontrar uma conexão com o sentimento em seu coração.

E ela lhe respondeu com um problema real:

Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos). (João 4: 9)

Ao que Jesus lhe disse:

Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva. (João 4:10 – Grifei)

Ao pedir água, Jesus estava oferecendo a ela um dom, um presente de Deus, que logo faria parte de sua vida: a cura para suas emoções. Mas como isso aconteceria? Quando ela aceitasse a água viva, que era o próprio Cristo que estava diante dela, única condição de cura para ela.

A dor esconde a possibilidade do novo de Deus. Para que o novo chegue, é preciso tirar o velho. Essa é a orientação de Deus desde sempre: “E comereis da colheita velha, há muito tempo guardada, e tirareis fora a velha por causa da nova.” (Levítico 26:10).

Jesus tinha coisas novas para realizar na vida daquela mulher, ainda que ela sequer imaginasse que coisas boas pudessem acontecer a ela. Ele tinha novidade de vida. Ele tinha surpresas. Ele tinha ministério!

O que era necessário para tudo isso acontecesse? Que ela estivesse com seu coração curado. Você entende isso? O mesmo que pode curar seu coração (suas dores, sofrimento, emoções) é o mesmo que vai te entregar coisas novas!

O apóstolo Paulo entendeu isso. E declarou: “... mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim.” (Filipenses 3:13).

Há um futuro de bênçãos, de conquistas, de novidade de vida para você. Agarre-se a ele. Busque em Jesus a cura para suas dores, Ele tem água viva para derramar sobre você.

E mais! Ao ser curada, você fará como a mulher samaritana, que saiu correndo para compartilhar a novidade com outros, que, assim como ela, escondiam dores em seu coração. E o resultado? Todos foram curados por Jesus, e receberam novidade de vida.

Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens: Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo? Saíram, pois, da cidade, e foram ter com ele. ... E muitos dos samaritanos daquela cidade creram nele, pela palavra da mulher, que testificou: Disse-me tudo quanto tenho feito. (João 4:28-30, 39)

O novo de Deus não tem limites. Abra o seu coração, entrega sua dor ao Dono da Vida, e receba o novo de Deus!

O Pai ama você!

 

FONTE: GUIAME, DARCI LOURENÇÃO

topo